The Journal

Shoe Business Pt. 6

It is my pleasure to introduce Maria Júlia Pinheiro in our Shoe Business series. Maria Júlia is one of our head seamstresses at our workshop who sews the first samples of each client’s shoes. Discover her story below…

How long have you worked with shoes?

I’ve been working with shoes since I was 13 years old, for 45 years now. My parents were farmers and my mother used to sell milk to the owner of the workshop, so one day she asked if I could do a try out at the factory. I started learning the entire shoe manufacturing process, and because I was really precise doing stitching, at 16 I was already producing samples and I’ve been doing it since then. A sample is a presentation of the final shoe model to the client. I do the first shoe and then the other seamstresses need to replicate it for the remaining shoes. Apart from that I also help with the sewing process for the normal production. I love what I do, I’ve always loved it. The part I like the most is being able to do such intricate work and then seeing the end result of the shoe.

Trabalho com sapatos desde os 13 anos, já há 45 anos. Na altura a minha mãe vendia leite aos donos da fábrica, os meus pais eram lavradores e surgiu a oportunidade de começar a trabalhar na fábrica. Na altura comecei a aprender todo o processo de produção de sapatos, sei fazer um sapato do principio ao fim, mas aos 16 anos já estava a fazer amostras. A amostra é a apresentação do modelo final para apresentar ao cliente, é construir um sapato do inicio ao fim, eu faço o primeiro par e depois elas têm que fazer igual ao primeiro. Depois ajudo também na parte de gaspear (costura) para a produção normal. Gosto muito do que faço, sempre gostei muito. Gosto de fazer os trabalhos mais detalhados e de ver o resultado final.

Most difficult part of the job?

Now I am getting a bit older, so many things don’t work as they used to, especially my hands. I’ve been doing this for a long time and it is very intricate work… Some models are more complicated than others, sometimes I need to start a shoe from scratch and that makes it more difficult . The first time, it’s complicated, but then after a while it gets easier!  Apart from that it’s just the deadlines, and I get worried thinking about if the work was well done. Sometimes I can even have trouble sleeping. I like to have everything well done or I’m not able to relax. 

Agora já tenho uma certa idade, já começa muita coisa a falhar, principalmente as mãos, já são muitos anos a fazer serviços muito fortes, trabalhos muito detalhados…  Alguns modelos com que trabalho são muito complicados, às vezes tenho que começar a desenvolver um desenho do zero e é complicado. Nas primeiras vezes é mais difícil, depois torna-se mais fácil! Depois os prazos, hoje em dia há muito mais stress e fico preocupada se o trabalho foi todo bem feito. Depois fico preocupada a pensar se não vai ficar tudo bem, depois não durmo, gosto de ter tudo bem feito para ficar descansada.

What do you enjoy about working with Undandy?

I actually created the first samples for Undandy, to test the first models. For Undandy the process is different, because each single shoe is individual and not mass made. For sewing it comes with a bit more work because we need to be always changing the thread colour, it’s not just brown and black anymore. But that also brings some fun to it! I like Undandy shoes so much, they are very classic in construction, despite all the crazy colours, I love working with classic models. 

Fui eu que criei as amostras iniciais da Undandy, para testar os primeiros modelos. Para a Undandy cada sapato é uma amostra, não é uma produção em massa. A Undandy veio trazer um tipo de produção diferente, cada sapato é único, cada par é um par. Para quem está na produção, só é chato porque temos que estar sempre a trocar as linhas, cada cliente pede uma cor diferente, mas isto também traz alguma animação. Gosto muito dos sapatos Undandy, pois é um sapato clássico. É novo para nós por causa da mistura de todas as cores, mas os formatos são bastante clássicos e já não se costumam ver muito, gosto muito de trabalhar com estes modelos mais clássicos.

 

48 by Samuel

Life philosophy?

From what I’ve lived through if I could change something it would be to have more health and to not have gone through some harder times, but life is just like this, it is all part of life. Nowadays I just try my best to be happy on a daily basis.

Dentro do que vivi, se pudesse escolhia ter mais saúde, não ter passado por algumas situações, mas a vida é mesmo assim, faz parte. Hoje em dia é trabalhar para o dia da reforma e continuar ativa e ser feliz no dia a dia.

Want to become a fellow cobbler? Create your own pair of shoes here.


Just remember gents to design responsibly.